Selecione o tipo de erro abaixo


Tradutor: MrRody 』 『 Revisor: SMCarvalho 』

Assim que a essência vermelha brilhante flutuou, os olhares do grupo de aventureiros, que antes só pensavam em descansar um pouco, ficaram afiados. Era como um espelho, já que nossas expressões não poderiam ser muito diferentes.

Um silêncio pesado caiu, mas como convinha a aventureiros de raciocínio rápido, não durou muito. O primeiro a abrir a boca foi o guerreiro empunhando um martelo do outro lado. — Uma essência apareceu do monstro que derrubamos.

— Um, Sr. Nelbo…

— Você pode recuar, Sr. Mago. Eu cuidarei disso.

“Então, você é o líder”

Parecia que esse cara já havia decidido qual postura tomaria nessa situação… reivindicar a propriedade da essência.

Hehe.

Eu honestamente não esperava nada diferente. Esses eram os mesmos desgraçados que não podiam nem esperar alguns minutos e interromperam nossa luta. — Preparem-se para a batalha — murmurei.

Eu disse isso mais para o outro lado ouvir do que para meus companheiros, um aviso de que sangue seria derramado se fossem irracionais aqui.

— Um, Sr. Yandel… — Raven disse, preocupada. Era semelhante ao que o mago do outro lado disse

— Um, Sr. Nelbo… — para o guerreiro com o martelo. Os magos realmente pareciam relutantes quando se tratava dessas coisas. Era porque cresceram com afluência?

Resumi a situação em uma frase. — Não entrem em pânico. São apenas mais cinco monstros em forma de humanos.

Com isso, o outro lado reconheceu que eu também era o líder. O guerreiro empunhando o martelo fixou os olhos em mim e falou, as palavras carregando um peso estranho. — Você é aquele cara…?

— Você me conhece?

Em vez de responder, o guerreiro levantou a viseira do capacete. O problema era que eu ainda não sabia quem ele era. Eu tinha certeza de que me lembraria daquelas sobrancelhas absurdamente grossas. Quando olhei para ele sem reconhecimento nos olhos, o guerreiro com o martelo tirou o capacete frustrado.

Flash!

Um couro cabeludo puro e branco brilhou sob a luz das esferas mágicas flutuantes no ar. Então eu lembrei. — …Careca!

Era o cara que conheci quando fui negociar com o chefe do distrito. Ele tinha tentado ganhar pontos de conquista me capturando. Quem diria que ele estaria se disfarçando com um capacete.

— Pft! — Por algum motivo, os membros do grupo adversário caíram na gargalhada.

Envergonhado, o Careca ficou vermelho. — …Você quer morrer, selvagem? — Careca colocou o capacete de novo e disse — É melhor tomar cuidado com o que diz daqui para frente. Não há chefe do distrito para protegê-lo aqui.

E agora? Se ele soubesse qual era minha relação com o chefe do distrito, ele não seria capaz de dizer algo assim. Bem, não importava. — E é melhor dar o fora. A menos que queira perder essa cabeça também.

— Então, você quer fazer isso, hein?

Quando dei um passo à frente, Careca fez o mesmo. A distância entre nós se estreitou, a essência no meio de nós dois. O ar ficou pesado e um frio que nem o calor do cânion poderia aquecer tomou conta.

Zippp.

À nossa frente, o arqueiro de Careca puxou seu arco.

Click.

Por trás, pude ouvir o Sr. Urso carregando sua besta. No silêncio, quase podíamos ouvir a respiração um do outro. Era como um fio esticado. No momento em que o fio quebrasse, haveria um banho de sangue. O careca e eu sabíamos disso.

— Careca, se você sair agora, daremos a pedra de mana.

— Vejo que matemática não é o seu forte, selvagem. Derrubamos o monstro. Claro, a pedra de mana e a essência são todas nossas.

Ninguém recuou. Apenas os aventureiros entre os trinta por cento superiores chegavam ao quinto andar. Mesmo que conseguíssemos aquela essência, a morte de qualquer membro da equipe seria uma perda maior.

Grrrp.

Mesmo assim, agarramos nossas armas e reduzimos a distância de qualquer maneira. Suor frio escorreu pelas minhas costas.

“Estúpido, ganancioso, desgraçado careca.”

De acordo com o costume, tínhamos a propriedade. Ele provavelmente pretendia seguir esse costume no início, entregando a pedra de mana com frieza. A interferência deles em nossa luta foi provavelmente apenas o resultado de querer descansar o mais rápido possível. O problema era que uma essência havia aparecido.

“…Não há outra opção além de lutar?”

Gradualmente, deixei de lado minha incerteza e assumi o pior. A situação atual era meio como um jogo de quem pisca primeiro. Quem recuasse primeiro perderia. E se todos quisessem ser o vencedor, isso terminaria em catástrofe.

— Careca, este é seu último aviso. — Eu não gostava de apenas falar, mas tentei usar palavras desta vez.

— Uau, estou morrendo de medo. — Isso foi um não, então.

Com isso, tomei minha decisão. Se ele realmente quisesse, eu levaria isso até o fim. Sem essa quantidade de determinação, eu não seria capaz de sobreviver neste mundo sem coração dos aventureiros.

“Agora que chegou a isso, terei que consumir a essência por enquanto.”

O plano original era armazenar a essência do Ifrit em um tubo de ensaio e vendê-la. Essa essência não combinava comigo, Ainar ou Missha.

Toff.

No entanto, uma essência sempre era útil se consumida. Eu preferia absorvê-la eu mesmo do que entregá-la à aquele desgraçado. O custo de apagar uma essência ainda era baixo para mim, então eu a exploraria até o osso, depois a descartaria.

“Vamos lutar derrubando-os. Não seremos capazes de levar seu equipamento, mas vencer vem primeiro.”

Ok, eu já tinha praticamente terminado de reunir meus pensamentos. Hora de colocá-los em ação. Mas assim que estava prestes a dar um passo à frente…

— Todos, parem!

— Sim. Sr. Yandel, abaixe sua arma.

Os magos de ambos os lados avançaram e nosso confronto entrou em uma nova fase.

— Sr. Mago? Achei que eu tinha dito para ficar quieto.

— Sr. Nelbo, pare de falar assim. Não faz você parecer tão importante quanto pensa. — O careca ficou em silêncio. — Responda-me. — Ainda nada. — Se continuar agindo assim, não entrarei no labirinto com você no próximo mês.

— …Eu vou parar. — O careca imediatamente baixou a guarda com a repreensão do mago, que parecia um jovem rapaz. Não é de admirar que esse mago digno e atrevido tivesse se mantido afastado. Ele apenas estava jogando junto.

Eu não conseguia esconder meu desgosto.

“Além de careca é falso?”

Agora eu nem queria mais falar com ele. De qualquer forma, a tensão diminuiu depois que o careca abaixou sua arma e recuou.

— O padrão em sua túnica. Escola Altemion, certo?

— Sim. Você é da Escola Warton?

— Haha, é isso mesmo.

Eu também conhecia a Escola Warton. Não só era uma escola bastante grande, mas me lembrava distintamente que o que a tornava única era que eles investiam todos os seus recursos em magia de atributo água.

— Sou Efrain Bello.

— Arua Raven.

Primeiro, os magos se apresentaram. Então, ao contrário dos aventureiros, que haviam imediatamente sacado suas armas, os dois compartilharam breves cumprimentos.

— Como está o Mestre de Altemion? Eu o vi há um ano na conferência acadêmica.

— Bem, o Mestre está como sempre. E o mestre de Warton? Ainda pesquisando?

— Haha, claro. É o nosso desejo sincero.

Era uma espécie de conversa do tipo, Somos família! Era como ver a alta sociedade em ação. Provavelmente era um esforço para não complicar as coisas, já que os magos se conheciam de uma forma ou de outra.

— Então, o que você vai fazer agora?

Logo, Raven foi direto ao ponto. — Você está ciente de que reivindicar a essência do monstro que estávamos caçando é exagerado, certo?

— Hmm, não acho que seja totalmente exagerado. Costumes são apenas costumes, afinal. Você não pode negar que nos envolvemos. Então, é altamente provável que o comitê reconheça isso como uma disputa pessoal entre aventureiros.

Diferente de nós, que estávamos prestes a lutar como feras, os magos tentavam encontrar uma solução para o problema através da conversa.

— Embora possa ser apenas um costume, é difícil para aqueles que quebraram esses costumes serem vistos de forma favorável. Mas ir até o comitê por uma essência… Acho que seria mais razoável que seu lado simplesmente desistisse.

— Isso é… — O mago adversário calou-se. Isso significava que nosso mago havia vencido a discussão. — Sim, é. Então, vamos desistir. Eu não queria fazer algo assim em primeiro lugar.

Então, as coisas poderiam ser resolvidas assim também.

“Acho que eu realmente estava destinado a ser um bárbaro.”

Abaixei minha maça. Acabei não usando ela hoje, mas definitivamente chegaria o dia em que teria que usar. Era assim que era o labirinto.

— S-Senhor Bello?

— Pare de ser um mau perdedor.

— Bem, nesta indústria, todos nós temos nossos próprios métodos…

O careca implorou para que reconsiderasse, mas a autoridade do mago era inabalável. — Então, não o conheço bem, Sr. Nelbo. Isso não é defender nossos direitos… é ganância. Acho que já demonstrei respeito suficiente com o líder. Mas como isso é diferente de ser saqueadores?

O careca não conseguiu dizer nada em resposta às observações válidas do mago e gemeu. Isso não me fez sentir muito bem por dentro, no entanto. Eu estava começando a ficar curioso sobre como seria esmagar aquela cabeça brilhante.

— Sr. Yandel, o que você vai fazer com a essência? — Enquanto o careca era repreendido pelo mago, discutimos como dispor da essência.

— Ahem! — Os olhos da Ainar claramente diziam olhe para mim, mas eu segui com meu plano original.

— Vamos colocá-la em um tubo de ensaio e vendê-la na cidade.

— Simples e limpo.

Eu ia dar a Ainar uma essência melhor mais tarde.

“Eu não tenho dinheiro para lhe dar uma essência agora, de qualquer maneira.”

Normalmente, quando um membro da equipe pegava uma essência, ele pagava ao grupo metade do preço de venda dela. Bem, Missha e eu poderíamos deixar nossa parte como dívida, mas não estava claro se o Sr. Urso e a Raven concordariam com isso.

— Ainarrr, anime-se. Se vendermos aquela essência, você pode comprar dezenas de milhares de algodões doces. Hmm?

— D-Dezenas de milhares? — Ainar tropeçou na unidade de medida avassaladora antes de reunir sua força. Acho que essa opção não parecia mais tão ruim.

“Ainda assim, ela terá que começar pagando o dinheiro que eu emprestei primeiro.”

De qualquer forma, assim que nossa discussão sobre a essência terminou, Raven guardou a essência do Ifrit em um tubo de ensaio e abrimos caminho para o outro grupo passar. Isso teria sido o fim se eles simplesmente tivessem passado por nós.

— Você, qual é o seu nome? — O careca perguntou, parando na minha frente.

“Que diabos? Ele está me ameaçando agora?”

Quando o observei de cima a baixo, ele esclareceu o mal-entendido. — Não, quero dizer… pode-se argumentar que isso é um encontro destinado, afinal. Posso pelo menos perguntar seu nome.

Destino, meu traseiro. Ainda assim, dei-lhe o meu nome. — É Bjorn, filho de Yandel.

— Bjorn, filho de Yandel? — O careca inclinou a cabeça como se tivesse ouvido o nome em algum lugar. Ele revelou seu nome em troca. — Sou Meltasen Nelbo.

Então, não era Hans Nelbo. Isso me deixou um pouco aliviado. — Então, adeus.

Seria estranho apertar as mãos aqui, então terminei a conversa. O careca sorriu com sarcasmo e continuou andando. Começando com ele, seus colegas passaram por nós um por um… escudeiro, espadachim, mago e arqueiro, nessa ordem.

O arqueiro congelou bem na minha frente. O motivo era simples, porque eu olhei feio para ele.

— Ugh, estou cansado pra caramba. Vamos apenas derrubá-lo.

Se não fosse por esse desgraçado, essa porcaria toda não teria acontecido em primeiro lugar. De certa forma, ele me irritava mais do que…

— Hans! O que você está fazendo? Estamos indo embora.

Logo, o arqueiro desviou o olhar e foi embora. Congelei como uma estátua. Então, havia um Hans.


O vigésimo primeiro dia amanheceu. Já faziam quatro dias desde que entramos no quinto andar. Continuamos a seguir a estrada para baixo, caçando monstros enquanto íamos. No meio disso, a Ainar também alcançou o nível quatro.

“Ela atingiu o nível quatro após entrar no labirinto apenas três vezes?”

De certa forma, ela havia crescido ainda mais rápido do que eu. Eu queria que alguém também me desse uma carona de graça. De qualquer forma, houve algumas vezes em que nos encontramos em situações difíceis enquanto lutávamos contra monstros, mas a expedição em si estava indo bem. Eu estava preocupado que algo pudesse acontecer por causa de Hans.

“Talvez tenha acabado com a essência…”

Este foi um pensamento otimista. Se você olhasse de perto, parecia até plausível. Mesmo que acabássemos superando a situação, poderíamos ter acabado lutando cinco contra cinco, uma batalha onde os perdedores teriam que deletar seus personagens. Simplificando, era possível que o efeito Hans terminasse com a queda da essência.

“Não, que diabos estou pensando? Desgraçados malditos.”

Eu nunca realmente acreditei em maus agouros até conhecer os Hans.

— Sr. Yandel, você realmente ainda precisa fazer isso? — Quando parei temporariamente para atualizar o mapa, a Raven falou com cuidado.

— O que você quer dizer?

— …Entendo que você está se esforçando, mas não seremos capazes de voltar lendo isso de qualquer maneira. — Falado como um mago que valorizava os resultados em vez do esforço.

Eu não tinha uma resposta para dar. Na verdade, eu também não estava confiante de que poderíamos voltar ao ponto de partida com este mapa. Era assim que eram as estradas do Grande Reino dos Demônios, complicadas. Não era apenas composto por vários caminhos… também haviam alguns pontos que precisavam ser escalados com uma corda.

— Se eu continuar, vou melhorar. Vai ser melhor na próxima vez.

Eu era o guia da Equipe Maçã Narak. Embora eu quisesse viver apenas como um guerreiro bárbaro, a dura realidade me obrigou a seguir esse caminho. Portanto, eu tinha que praticar fazer isso. Eu tinha certeza de que o Rotmiller também não era tão bom no começo.

— Bem, não posso dizer nada sobre isso… Mas, não é difícil?

— Bem, é chato. Mas também é divertido de certa forma.

Eu não estava apenas dizendo isso; estava sendo sincero. Primeiro, isso poderia ser considerado uma qualificação, então parecia que eu estava crescendo e me desenvolvendo. Afinal, era melhor prevenir do que remediar. Se algum dia eu ficasse preso como no Bosque das Bruxas, essa habilidade que estou aperfeiçoando agora me ajudaria.

“Mais importante, se eu me tornar um navegador, liderar a equipe para onde eu quero se tornará mais fácil.”

— Então, também vamos apenas continuar descendo hoje?

— Não há outra opção.

Assim como o terceiro andar consistia em várias áreas, Colônia dos Orcs, Floresta da Bruxa, Morro Pedra-Ferro, etc. O quinto andar também tinha áreas nomeadas. Entre esses caminhos estreitos e labirínticos, havia terrenos largos em forma de disco, assim como o ponto de partida. Havia também um lugar onde você podia entrar por uma caverna em um penhasco. Descobrimos três áreas como essa até agora, mas todas as três já tinham donos.

“Parece que há mais clãs controlando campos de caça do que havia no jogo.”

Como alguém que acabou de entrar no quinto andar, isso era muito frustrante. Imaginar que meu crescimento seria dificultado não porque eu não tinha a habilidade de derrotar monstros, mas por causa das pessoas.

“Maldito seja este jogo após a Atualização: Modo Realidade.”

Para matar monstros que apareciam apenas nessas áreas, você tinha que pagar uma taxa ao clã que a ocupava. E mesmo que pagasse a taxa, só tinha o direito a uma única caça por pontos de experiência. Suponho que capturar adequadamente a natureza humana em um videogame era impossível. Na realidade, o chute da escada era várias vezes pior.

“Chutem o quanto quiserem. Acham que não vou conseguir subir mais por causa disso?”

Depois de passar dez anos em um jogo, aprendi todos os tipos de truques e recursos ocultos. Também passei um ano inteiro preso no quinto andar, então não havia um único canto que eu não conhecesse.

“Já que descemos tanto, devemos ser capazes de ver agora…”

A estrada para a força estava aqui.

Picture of Olá, eu sou o MrRody!

Olá, eu sou o MrRody!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥