Selecione o tipo de erro abaixo


『 Tradutor: MrRody 』

Comi minha marmita enquanto estava sentado ao lado de uma fonte com a Missha ao meu lado. A refeição consistia em ensopado de batata, pão e salada de legumes com carne.

— Bjorrrn, coma um pouco disso.

— Você está me dando a carne?

— Eu comi muito enquanto cozinhava, nyah.

Bem, nesse caso… mastiguei e engoli a carne que Missha me deu. Quanto tempo fazia desde que comi carne vermelha? Ela derreteu na minha boca. No entanto, a única desvantagem era que ficava difícil aproveitar completamente o sabor graças a todos os olhares.

— Ela acabou de chamá-lo de Bjorn?

— Então aquele homem deve ser o Pequeno Balkan.

— Hmm, ele não parece tão especial à primeira vista…

Em algum momento, as pessoas começaram a me reconhecer ocasionalmente quando eu ia a lugares. Convites para se juntar a um clã, ofertas para ingressar em um grupo… Eu poderia ignorar essas coisas, mas…

— Ei, você é realmente o Pequeno Balkan?

Também havia aqueles que se aproximavam de mim apenas para arrumar briga ou me incomodar para recontar o incidente no labirinto.

“Ei, você não vê que estou comendo? Talvez tenha acabado agora mesmo, mas ainda assim.”

— Missha, levante-se.

— Huh?

— Já que terminamos de comer, vamos embora.

Limpamos tudo rapidamente e saímos da fonte. Eu podia ouvir alguns sussurros atrás de mim, mas eles não cruzaram a linha nos seguindo.

Missha olhou para trás. — É meio legal — murmurou. — Eu achava que as pessoas só reconheciam aqueles realmente famosos, nyah.

“O que é isso? Você também está provocando uma briga?”

Mas eu conseguia entender o que ela queria dizer. Deve ser estranho ter alguém ao seu redor de repente se tornar famoso.

“Pequeno Balkan, huh?”

No jogo, não havia desvantagens para o aumento do seu nível de reputação. Você conseguia missões anteriormente indisponíveis ou comissões de alta recompensa surgiam inesperadamente. Acima de tudo, se seu nível de reputação fosse baixo, era impossível entrar no Distrito Um, a capital real de Karnon, então uma alta reputação era essencial para progredir no jogo.

“Mas eu não sei se isso é uma coisa boa ou não.”

Eu não estava apenas jogando um jogo agora. Em um mundo onde os jogadores eram tratados como espíritos malignos e colocados na guilhotina assim que eram descobertos, era claro que quanto mais conhecido meu nome se tornasse, mais atenção indesejada eu atrairia. Mas eu não tinha outra escolha se quisesse viver. Para ganhar algo, você tinha que abrir mão de algo. Eu havia obtido a Essência de um Orc Herói, salvo vidas e colhido várias outras recompensas, então teria que lidar com isso.

— Eu acho que terminamos com a lista de tarefas de hoje.

Quando terminamos de coletar os equipamentos que havíamos deixado na loja para reparos, comprar vários itens essenciais e passar pelo leilão enquanto estávamos na área para ver se havia algum item que valesse a pena comprar, o sol estava começando a se pôr.

“Vou ter que voltar para a minha pousada e elaborar um plano de treinamento.”

— Estou indo embora agora. O que você vai fazer? — perguntei. Tradução: “vamos embora agora”.

Mas Missha ficou evasiva por algum motivo. — Ah, bem… — O que era isso? Estava me deixando ansioso. Enquanto a instigava silenciosamente, Missha abriu cautelosamente a boca. — …eu vou visitar minha família prrr um tempo.

— Família?

— Sim. Prrrvavelmente estarei lá até amanhã ou depois.

— Entendi.

“Por que você está dizendo isso como se estivesse fazendo algo errado? Se você tem planos, então tudo bem. É um assunto familiar, então não cabe a mim me envolver.”

Eu estava um pouco preocupado, mas estava certo de que ela poderia lidar com isso sozinha. Ainda assim, decidi oferecer algumas palavras de encorajamento porque também sabia o que sua família significava para ela. — Anime-se.

Missha riu. — Isso me anima um pouco…

“Mesmo? Porque sua voz ainda está fraca.”

Parecia que eu teria que dar um empurrão para frente a ela. Do jeito bárbaro, é claro.

Paft!

— Nyah! Seu bárrrbaro cabeçudo! — Missha gritou surpresa, mas tanto faz.

— Muito melhor.

— Voltarei em dois dias, então certifique-se de comer bem até lá, certo?

Eu sorri e disse, — Certo. — Esta era uma mudança que ocorreu desde nosso retorno à cidade. Ela disse que me trataria como benfeitor. Talvez fosse isso que ela quis dizer. Recentemente, ela estava agindo como minha mãe.


Missha e eu nos separamos na plataforma da carruagem. Ela seguiu para sua casa da família, e eu entrei na carruagem que ia para o Distrito Oito, onde minha pousada estava localizada. Meu corpo tremia a cada rangido da carruagem. Eu não tinha nada para fazer, então fechei os olhos e comecei a pensar, deixando-me ser levado pelas ondas turbulentas.

“Por enquanto, seria uma boa ideia permanecer com este grupo.”

Quando absorvi a Essência do Orc Herói, meus atributos aumentaram drasticamente. Na verdade, se eu submetesse um pedido para ser promovido a aventureiro de sexto nível, seria aceito imediatamente. Eu até tinha a reputação como Pequeno Balkan, então talvez pudesse pular para o quinto nível. Em outras palavras, eu poderia encontrar um grupo melhor se quisesse.

“Exceto que seria difícil trazer Missha comigo.”

Missha tinha o poder de combate de um aventureiro de sétimo nível… nem mais, nem menos. Havia, é claro, muito potencial para ela subir para os níveis mais altos. Ela não apenas tinha um Animal Espiritual agora, mas também o tipo de Fortalecimento … sua habilidade especial que mudava o jogo e a razão decisiva pela qual eu tinha escolhido desenvolvê-la como companheira.

“Então, nesse sentido, minha primeira tarefa é aumentar seu nível.”

Eu tomei minha decisão final. O mais produtivo seria focar no crescimento da Missha por um tempo.

“Primeiro, deveríamos aumentar o nível de seu contrato com seu Animal Espiritual e, se possível, escolher nossa próxima expedição com isso em mente. Dessa forma, uma essência poderia surgir. Ah, acho que seria melhor também mudar sua arma principal, se eu puder…”

Enquanto delineava o plano de treinamento de Missha em detalhes, a carruagem chegou ao seu destino.

“Ufa, na próxima vez. Eu preciso encontrar uma pousada mais perto da plataforma ou algo assim.”

Havia uma vantagem em viver perto de uma estação. O preço seria proporcionalmente mais caro, no entanto.

Toff, Toff.

Desci da carroça, encontrei habilmente meu caminho e fui para casa. “Siga em frente e vire à esquerda na loja de doces. Depois, na estátua do Rei Imortal, vire à direita na bifurcação. Depois de mais cinco minutos, eu deveria chegar à praça central…”

— A execução vai começar agora!

Droga, não é de se admirar que tenha estado quieto por alguns dias. Eu podia ver multidões reunidas na praça geralmente vazia. Todos estavam esticando o pescoço para olhar para a guilhotina.

Chhim!

A visão já não me aterrorizava tanto, mas eu não tinha vontade de prestar atenção nisso. Ignorando os sons arrepiantes vindos da plataforma, acelerei os passos, mas mesmo assim, meu subconsciente percebeu algo estranho sobre a informação visual que estava recebendo.

“Por que há tão poucas pessoas hoje?”

Eu não estava me referindo à multidão reunida sob a guilhotina, mas aos presos no corredor da morte programados para serem executados. Era comum executar dezenas de pessoas de uma vez, mas hoje havia apenas quatro.

“Por algum motivo, também não vejo pessoas esperando na frente por sangue hoje.”

Assim que eu estava questionando isso, o murmúrio, que até agora era um ruído de fundo indistinto, se tornou mais claro.

— Eu estava esperando algo diferente de um espírito maligno, mas aquilo não foi nada de especial.

— Você está certo. O sangue deles também é vermelho.

— Não é nojento que esses espíritos malignos estejam entre nós, fingindo ser pessoas?

O quê? Espíritos malignos? Meus pés pararam sozinhos. Quando virei a cabeça para olhar para a guilhotina, vi os presos no corredor da morte tremendo e esperando sua vez.

— Não sou eu! Eu não sou um deles!

— O que você está fazendo? Volte a amordaçá-la.

Restavam três: uma jovem elfa, um anão que parecia ter a mesma idade que Hikurod e um bárbaro com um rosto familiar.

Chhim!

A cabeça da elfa rolou para dentro do barril preparado, e o anão foi empurrado à frente da guilhotina. No entanto, meus olhos estavam fixos em um ponto específico.

“Tarikan, filho de Riyen.”

Sim, esse era o nome daquele bárbaro ali. Tremendo com terror nos olhos.

“Droga, eu sabia que a forma como ele estava agindo era arriscada.”

Seu discurso bárbaro desajeitado e personalidade medrosa, sua fraqueza e desejo de depender de alguém… Haviam tantas coisas que poderiam tê-lo entregado que eu nem conseguia identificar exatamente o que havia dado errado. Mas por algum motivo, tive um pressentimento.

“Acho que ele não usou o dinheiro que dei a ele para comprar uma arma.”

Eu não tinha base para essa suposição, já que qualquer arma que ele tivesse teria sido retirada dele antes de ser levado para o corredor da morte. Mas por algum motivo, continuei pensando que ele provavelmente não entrou no labirinto desta vez também.

“Mas por quê?”

Eu estava seriamente me perguntando qual poderia ser a fonte da minha intuição infundada quando o homem, que estava quieto tremendo, de repente começou a se contorcer. Sua boca amordaçada continuava se movendo como se ele estivesse tentando dizer algo, e seus olhos arregalados olhavam na minha direção. Isso provavelmente não era uma coincidência.

— Mm! Mmm!

Ele me reconheceu de tão longe? Bem, eu era o único bárbaro na multidão, então eu devia ter me destacado apesar da distância.

— O que você está fazendo? Coloque-o de joelhos!

Eventualmente, dominado, ele foi forçado a colocar o pescoço sob a lâmina da guilhotina. Enquanto isso, ele continuava tentando dizer algo, olhando para mim na multidão.

— Mm, hmm!

Eu não tinha como saber o que esse tumulto abafado poderia significar. Estaria ele pedindo ajuda? Hmm, mas seus olhos pareciam muito venenosos para isso.

— M-Mmm!

Enquanto meu coração estava pesado ao vê-lo incapaz de escapar assim, também senti um pouco de alívio.

“Então, no fim das contas, foi bom que eu mantive minha distância.”

Se eu não tivesse encerrado nosso encontro dando a ele 150.000 pedras… Se eu tivesse feito uma escolha diferente e revelado que estava na mesma situação que ele… Se tivéssemos dependido um do outro…

— Filho de Yandel…!

…Eu poderia estar ali com ele.

Chhim!

No final, a mordaça se rompeu e ele gritou algo, mas a lâmina fria caiu e abafou sua voz. Eu imediatamente virei as costas para a plataforma e comecei a andar na direção que estava seguindo antes. Ainda assim, senti uma lição sendo gravada no meu coração.

“Da próxima vez, preciso me lembrar de nem mesmo fazer isso.”

Eu precisava ser mais cuidadoso. Neste mundo fodido, saqueadores e aventureiros não eram os únicos atrás da minha vida. Quem realmente poderia se solidarizar com quem? Eu deveria me concentrar em cuidar de mim mesmo e proceder com cautela no futuro.

— Bjorn, filho de Yandel, certo? — Alguém chamou meu nome de algum lugar atrás de mim. Quando me virei, um homem de aparência bem cuidada estava me olhando.

— Não me incomode e vá embora. — Muitos estranhos tinham se aproximado de mim ultimamente, então decidi ignorá-lo e seguir em frente. Mas…

— Não seja tão desconfiado. Estou em uma situação semelhante à sua. — Havia uma peculiaridade em sua fala que era muito estranha. Parei inconscientemente de andar e me virei para olhar o homem novamente. — América? Taiwan? Europa? De onde você veio?

Que porra é essa agora?

Depois de ganhar notoriedade, eu tinha considerado a possibilidade de algo assim acontecer.

“Não esperava que acontecesse tão cedo.”

Minha cabeça esfriou como um cubo de gelo. Claro, minha próxima ação já estava decidida. Se esse cara era um jogador real ou apenas alguém fingindo ser um, não fazia diferença. Eu só tinha que fazer o que tinha planejado. Eu já tinha percebido que além de mim, existiam espíritos malignos desde o momento em que acordei neste corpo.

Outro dia, me perguntei, “Eu preciso me envolver com eles apesar do risco?”

A resposta que eu cheguei foi simples. Não havia absolutamente nenhum valor em fazer isso. O que eu faria com outro jogador? Compartilhar informações? Talvez até certo ponto, mas no final, a única coisa que eu ganharia seria a garantia de que não estava sozinho neste mundo desconhecido. E era tolice correr tal risco apenas para se sentir confortável.

“Não importa quem seja, eu não tenho que mostrar minhas cartas.”

Havia uma coisa neste mundo chamada de cara de poker1. Haviam momentos em que as pessoas travavam guerras psicológicas usando isso, mas no final, basicamente significava apenas usar uma expressão facial impassível. Afinal, o rosto era a parte do corpo que melhor refletia a mente humana. No entanto, eu tinha decidido que o que eu precisava fazer agora não era manter uma expressão sem emoção.

Então, assim que ele terminou sua pergunta, eu respondi. — Do que você está falando?

Claro, essa estratégia também não era perfeita. Então, enquanto respondia a ele com um tom bárbaro, pensei comigo mesmo, “Se fosse a Ainar, qual seria a reação dela a isso?”

Como tínhamos passado bastante tempo juntos, a resposta veio facilmente: — Não use palavras complicadas e fale claramente. — Sim, era isso. Os bárbaros não sabiam muito e não se envergonhavam do que não sabiam. Além disso, se o estranho que falava com eles fosse humano, eles mostravam um pouco de vigilância e agressão.

Avancei com uma expressão um pouco ameaçadora no rosto. Os bárbaros também resmungavam como se fossem esmagar sua cabeça se você dissesse a coisa errada.

Apesar das minhas ações, o homem apenas soltou uma exclamação surpresa. — Uau, você quase me enganou. Você é realmente bom atuando. Você não tem só três meses aqui?

— Atuando? Não fique usando palavras difíceis e diga o que quer.

— Ah, não há necessidade de manter a guarda levantada. Sou dos Estados Unidos. Nem deveria ter tocado neste maldito jogo. — Sua voz estava cheia de arrependimento e tristeza, e ele fez referência a informações que ninguém além de um jogador poderia saber. Isso me deu alguma confiança. — De qualquer forma, você é incrível. Você ganhou um epíteto em três meses. Eu levei três anos. Não sei porque fui escolher humano…

Esse desgraçado não era um jogador.

  1. ‘Poker Face’, Cara de Paisagem []
Olá, eu sou o MrRody!

Olá, eu sou o MrRody!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥