Selecione o tipo de erro abaixo


『 Tradutor: MrRody 』

Eu tinha várias bases para essa suspeita.

— Ei, por que você não está dizendo nada?

Primeiro de tudo, eu nunca havia revelado minha identidade para ninguém. Em outras palavras, essa pessoa só poderia estar fazendo suposições sobre mim. Eles não tinham nenhuma das evidências necessárias para concluir que eu era um espírito maligno.

— Eu te disse. Eu venho da América. Somos como alienígenas aqui – não deveríamos nos unir?

Esse comportamento, portanto, era claramente anormal. Claro, um jogador poderia me sondar se suspeitasse que eu também fosse um, mas ser tão óbvio assim? Isso não fazia sentido lógico. Eu poderia realmente ser um local. Que tipo de coragem eles teriam para serem os primeiros a revelar sua identidade?

“Quer dizer, em uma cidade onde você recebe a pena de morte no momento em que é pego como um espírito maligno?”

Bem, talvez se eles estivessem aqui apenas há um mês, faria sentido para eles serem ingênuos. Mas ele acabou de dizer que já se passaram mais de três anos desde que ele chegou. Era ridículo pensar que ele poderia ter sobrevivido por três anos agindo assim.

— Nós criamos uma espécie de game association1 entre nós. Vou te contar sobre ela.

Acima de tudo, no entanto, a forma como ele pronunciou o substantivo ‘game’ foi estúpida, como um personagem coreano em um filme estrangeiro.

“Além disso, se ele não pretendesse esconder sua identidade de mim, ele teria simplesmente falado comigo em inglês.”

Talvez se ele tivesse feito isso, teria reduzido o número de suspeitas que eu tinha, mas esse desgraçado estava indo pelo caminho mais difícil em vez de fazer as coisas de forma clara. Foi por isso que cheguei a uma conclusão firme com base nas evidências fornecidas.

— Ei, você não pode confiar em mim agora?

Esse cara não era um jogador, mas estava fingindo ser um para me sondar. E só conseguia pensar em uma razão pela qual um local assumiria a identidade de um espírito maligno.

“Ele está aqui especificamente para me pegar.”

Bem, eu acho que eu já esperava por isso, já que eu estava em uma cidade onde a existência de espíritos malignos era de conhecimento comum. Eu não conseguia encontrar nada sobre isso em nenhum dos livros da biblioteca, mas deve haver uma instituição que se especialize em lidar exclusivamente com espíritos malignos.

“Ele ainda deve estar incerto, já que não pode haver nenhuma evidência concreta.”

E assim minha missão estava clara. Eu tinha que fazer com que ele deixasse de lado todas as suas dúvidas. Ele pode estar apenas me sondando agora, mas um dia eles poderiam usar magia para lançar uma investigação contra mim. Eu precisava cortar isso pela raiz, agora, para que nunca nem considerassem essa opção mais tarde.

“Mas, como?”

Que ações eu tinha que tomar para convencê-lo de que eu não era um espírito maligno? A resposta para essa pergunta era realmente simples.

Eu dei um grande passo à frente.

— …Por que você está vindo na minha direção de repente? Isso é muito perto…

— Eu tenho uma pergunta para você.

Minha declaração foi recebida com silêncio. O homem pausou por um momento, então sorriu como se estivesse aliviado e assentiu. — Ah, sim, qualquer coisa.

— Então vou falar livremente. Você é um espírito maligno?

— Por que eu teria algo a esconder? Eu sou. É por isso que…

Ok, eu tive uma resposta definitiva. — Chega. Você não precisa dizer mais nada.

— Perdão? O que você quer di…

— O Chefe me disse que os espíritos malignos precisam ser mortos no local.

Com uma expressão cheia de perplexidade ele piscou para mim. — D-Desculpe…?

Avancei contra ele, gritando alto para que o som ecoasse pela praça. — Behelahhh!

Os bárbaros não toleravam injustiças. Um soco acertou em cheio sua têmpora. Confusão, dúvida e medo apareceram nos olhos do homem, que se tornaram como uma massa de pão, mas não adiantava olhar para mim. Não é como se eu estivesse fazendo isso porque tinha uma rixa pessoal com ele. E se você pensasse bem, ele estava pedindo por isso.

Smack!

O homem tinha revelado abertamente sua identidade para mim, mas se eu fingisse não saber do que ele estava falando e fugisse, ele só ficaria mais desconfiado. Isso era algo que um bárbaro local que foi criado da maneira certa nunca faria.

Bang!

Portanto, agarrei o pescoço do homem quando ele perdeu o equilíbrio e o joguei no chão em um movimento combinado.

Smack! Smack! Pow! Pow! Pow!

Em um movimento suave, subi em cima dele e o golpeei com punhos do tamanho de melancias repetidas vezes. Parecia que seu nível de resistência física era bastante alto e sua pele era dura, mas tudo isso era inútil diante da minha força recentemente aumentada.

— E-Espera…! — Seu rosto estava ensanguentado em apenas alguns socos, mas eu não hesitei e fiz o que tinha que fazer. Claro, ele gritou comigo como se isso fosse injusto. — E-Eu não sou um deles! Eu não sou!

“Sim, claro que você não é um espírito maligno. Mas o que eu posso fazer? Eu também tenho que viver.”

— Você também está mentindo? Você deve ser um espírito maligno perverso.

— N-Não, eu quero dizer…! Agh! Ahhh!

Quantos socos mais eu dei depois disso? Uma grande multidão, assim como guardas próximos, se reuniram em torno da briga repentina – exatamente como eu queria.

— Ei! O que você está fazendo? Como se atreve a usar violência no meio da cidade?

— Tirem ele de cima de mim!

Eu parei imediatamente de bater nele e me levantei. Foi por causa da minha armadura de segundo grau? Ao contrário de quando fui incriminado e preso pela Guilda antes, os guardas estavam hiper vigilantes e se aproximavam com cautela. Porém, isso não era necessário.

Thud!

Eu peguei o homem inconsciente, o joguei nos guardas e gritei alto para que todos ao redor ouvissem. — Este homem é um espírito maligno! Ele mesmo revelou isso para mim e tentou fazer algo esquisito!

— O quê? Um espírito maligno? — Os guardas, que estavam se aproximando do homem inconsciente sob a suposição de que ele era a vítima, recuaram com minhas palavras. Os espectadores que nos observavam também murmuraram. Claro, a maioria deles estava cética.

— Espírito maligno? Aquele bárbaro deve ter entendido errado.

— …Entendimento errado ou não, esse sujeito vai ter que pagar muito dinheiro espancar uma pessoa desse jeito.

Fazia sentido. Os gritos de um bárbaro não seriam considerados muito confiáveis. Mas e isso? — Eu sou Bjorn, filho de Yandel! Eu juro pela minha honra como guerreiro que não conto mentiras!

Pequeno Balkan, Bjorn, filho de Yandel. Não querendo me gabar, mas esse era o nome mais quente na cidade nos dias de hoje.

— Pequeno Balkan?

— …Pensando bem, eu ouvi dizer que ele usa um peitoral de lithinum.

— Então aquele homem realmente é…?

— Se ele for, vale a pena acreditar…

— Um aventureiro tão conhecido não iria espancar uma pessoa inocente e falar tais absurdos.

Os murmúrios continuaram e a opinião pública mudou. Até mesmo os guardas perceberam quem eu era e pareciam confusos sobre o que deveriam fazer.

Naquele momento, um homem que parecia ser o capitão dos guardas se aproximou de mim. — Posso verificar seus documentos? — Foi o tipo de pedido educado que teria sido inimaginável no passado. Assim que eu os entreguei para ele, ele me deu um olhar estranho. — Você realmente é ele. Primeiro, deixe-me agradecer. Meu irmão retornou do labirinto graças a você.

— Seu irmão está no clã Dzarwi?

— Não. Mas ele é uma das pessoas que pagaram a taxa de proteção e o seguiram.

Huh, deve haver menos de dez dessas pessoas ainda vivas. Isso não poderia ser uma coincidência mais incrível. Mas isso e aquilo eram duas coisas diferentes. — Então quando você vai matar esse espírito maligno? É uma pena que ele ainda esteja vivo.

— Isso será decidido apenas depois que a investigação terminar. Parece que você terá que nos acompanhar até as autoridades, está tudo bem para você?

— Hmm, mas eu estou com bastante fome…

— Nós vamos te fornecer uma refeição, é claro. Se o que você diz for verdade, você acabou de nos prestar um serviço excepcional.

— Um serviço excepcional, huh? — Diferente do habitual, eu pensei cuidadosamente sobre isso. Como um bárbaro responderia a isso? Como sempre, eu não precisei pensar por muito tempo. — O que isso significa? — Era o tipo de pergunta que você não poderia fazer sem acessar a psique de um bárbaro.

O capitão da guarda riu. — Isso significa que você fez algo ótimo. — ele respondeu.

— Algo ótimo? Então eu vou receber carne como recompensa? — Talvez isso fosse um pouco demais, até mesmo para um bárbaro. Essa ideia veio à mente, mas um olhar nos olhos do capitão me disse que esse não parecia ser o caso.

— …Eu vou pagar com o meu próprio dinheiro se for preciso, então espero que você venha conosco.

— Nesse caso, tudo bem… — Depois disso, segui os guardas para fora da praça central.

Mas por algum motivo, isso foi o que eu continuei ouvindo atrás de mim:

— O Pequeno Balkan matou um espírito maligno!

— Com essa história, não precisarei pagar pelas bebidas hoje.



【Sua Reputação aumentou em +1.】

【Sua Reputação aumentou em +1.】



Eu estava um pouco ansioso com esse plano que havia improvisado totalmente no momento, mas tudo correu bem depois disso. Quando os guardas revistaram as roupas do homem inconsciente, um distintivo caiu.

— Oh, este é o selo de um caçador de espíritos malignos.

No início, houve um alvoroço no ministério da segurança. Fazia sentido, dado que a pessoa que havia sido trazida sob suspeita de ser um espírito maligno tinha o selo de um caçador de espíritos malignos nele. Portanto, o ministro da segurança entrou em contato com a associação deles e logo uma pessoa que parecia ser o superior do homem chegou.

— Uh, então, este homem… é um associado nosso…

— Este homem me revelou que é um espírito maligno com suas próprias palavras. Como você explica isso?

No início, ele tinha uma expressão confusa no rosto, mas assim que entendeu o que estava acontecendo, respondeu minha pergunta com temor em seu tom. — Isso… é uma medida costumeira que geralmente é tomada contra aqueles que alcançaram fama em um curto período de tempo ou que realizaram uma façanha extraordinária.

— Pare. Não consigo entender se você complica tudo.

— Nós estávamos suspeitando de você.

— O quê? Você está dizendo que suspeitava de mim, de ser um espírito maligno? Quem foi? Quem foi o que suspeitou de mim? Foi você?

Quando resmunguei furiosamente como se estivesse ofendido, o superior começou a suar profusamente. — Como eu disse antes, é uma medida costumeira que…

— Fale claramente! Você está brincando comigo?

— O que é certo é que isso nunca acontecerá novamente! Então por favor, abaixe sua voz…

Eu estava começando a entender por que os bárbaros viviam assim. Era fácil. As reações perplexas que você recebia também eram bastante divertidas. — Hmm, então o que vai acontecer comigo? Se ele não é um espírito maligno, eu não deveria ser punido?

— C-Claro que não.

— Que alívio. Estou cansado, então vou sair.

— D-Desculpe? Ah sim… vá em frente…

Assim que houve uma oportunidade para escapar, deixei o prédio e segui de volta para a estalagem. Eu agi assertivamente na frente daquelas pessoas, mas interiormente, eu não queria nada mais do que sair.

“Caramba…”

Para ser honesto, eu estava cansado, tanto quanto havia ficado depois de ser perseguido pelo Lorde do Andar.

“Eu não tinha ideia de que eles teriam informações tão detalhadas.”

América. Europa, e tudo mais. Ele até mencionou o jogo, e a forma como ele falava era natural o suficiente para que qualquer um assumisse que ele era da Terra. Bem. Eu consegui perceber por causa de sua pronúncia terrível em inglês, mas ainda assim. Que tipo de dificuldade louca era essa?

“É. Nem todos os bastardos aqui são estúpidos…”

Não era de admirar que Tarikan Riyen tivesse sido arrastado para a guilhotina.

“América? Taiwan? Europa? De onde você veio?”

“Uau, você quase me enganou. Você é realmente bom atuando. Você não tem só três meses aqui?”

“Ah, não há necessidade de manter a guarda levantada. Sou dos Estados Unidos. Nem deveria ter tocado neste maldito jogo.”

Em uma cidade estranha sem ninguém para recorrer, se alguém chegasse até você de repente e dissesse algo assim, era natural que você se sentisse tentado.

“Maldição…”

Quanto mais eu pensava sobre isso, mais fodido este mundo parecia. Já era deprimente o suficiente ser arrastado aqui de repente e tratado como um espírito maligno, mas agora esses idiotas estavam até mesmo jogando algumas iscas? Os monstros poderiam ser simplesmente espancados até a morte, mas não era como se eu pudesse fazer o mesmo com esses caras, o que os tornava piores.

— Ufa…

Eu soltei o suspiro de alívio que estava segurando.

“Mas acho que passei por enquanto.”

É claro, eu não sabia se os caçadores de espíritos malignos ou quem quer que fossem realmente tinham parado de suspeitar de mim, mas eu tinha feito tudo o que podia agora. Então não havia mais nada a fazer além de esperar pacientemente.

“A partir de agora, tenho que agir mais como um bárbaro.”

Após revisar meu curso de ação futuro, entrei no meu quarto. Então, deitei-me na cama ainda com minhas roupas. Mas… e agora? Havia um envelope na cama. Quando o abri e examinei o conteúdo, encontrei uma carta e um comprimido do tamanho de uma unha de polegar.

“O que é isso? Missha escreveu uma carta para mim? Não, ela não teria tido tempo.”

Assim que li a carta, fiquei tenso.

“This is a random letter sent to an adventurer thought to be a player. If you can read this…”2

Era uma carta escrita em inglês. Quase entrei em pânico e joguei fora, mas quando lembrei que não havia mais ninguém ali, me cobri com o cobertor e li cuidadosamente. Quando traduzi grosseiramente, o conteúdo era o seguinte:

“Esta é uma carta aleatória enviada a um aventureiro sob suspeita de ser um jogador: Se você pode ler isso, nunca revele a ninguém que você é um jogador. Oh, e peço que você não traduza o conteúdo desta carta mesmo se for pego por um caçador de espíritos malignos: De qualquer forma, o que eu quero dizer é o seguinte: temos uma comunidade completamente anônima, e você pode se juntar a nós tomando o comprimido incluído. Se você não deseja se juntar, por favor, jogue fora o comprimido. Eu sinceramente espero que você sobreviva.

Quanto mais eu lia, mais confusa ficava minha mente. Seria isso obra dos mesmos idiotas?

“Caramba, mas é muito convincente para ser deles…”

O fato de a carta usar apenas palavras simples? Talvez estivessem sendo considerados com os falantes não nativos de inglês. Afinal, este jogo só suportava inglês. Eles presumiriam que eu poderia entender isso.

“Se fosse eu, teria usado exatamente esse método para identificar e convidar jogadores.”

Isso era diferente dos caçadores de espíritos malignos, que só podiam nos imitar. Esta carta foi escrita minuciosamente do ponto de vista de um jogador.

“CAÇA-FANTASMAS”

Olhe só o nome da comunidade no topo. Não era muito astuto para ter sido escrito por um espírito maligno à beira da morte na sala de interrogatório?

“Mas aqueles idiotas poderiam escrever algo assim?”

É claro, poderia ser como um ataque retardado, fingindo ser descuidado e depois te pegando quando você relaxasse. Portanto, eu esperava que o remetente desta carta fosse um jogador. Eu realmente não precisava de uma comunidade, mas… Se esta realmente fosse uma carta dos caçadores de espíritos malignos, eu não estava confiante de que poderia sobreviver nesta cidade.

“P.S. Rafdonia’s King, Motherfucker!”3

Afinal, como você poderia vencer um bando de bastardos dedicados a caçar espíritos malignos?

  1. Ele fala as palavras em inglês, tradução: “associação de jogadores” []
  2. Calma, não é um erro, o Bjorn vai traduzir a carta pra gente logo abaixo []
  3. Novamente, é o texto da carta, em inglês, a tradução seria: “P.S. Rei de Rafdonia, Filho da puta!” []
Olá, eu sou o MrRody!

Olá, eu sou o MrRody!

Comentem e Avaliem o Capítulo! Se quiser me apoiar de alguma forma, entre em nosso Discord para conversarmos!

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥