Selecione o tipo de erro abaixo


『 Tradutor: MrRody 』

— Rotmiller, você consegue sentir quem está lá dentro? — Eu perguntei.

— O cheiro de podridão é muito forte para dizer quem é.

— Entendi. Então eu vou descer primeiro, então sigam depois de mim quando eu der o sinal.

O poço tinha cerca de cinco metros de profundidade e lembrava um tanque de água. Com o escudo nas minhas costas, desci rapidamente pela escada rangente. Quando dei o sinal com a mão, o resto do grupo seguiu o exemplo.

— Isso é um pouco sinistro. — Uma vez que nossa linha de visão foi iluminada pela tocha, um corredor que não conseguíamos ver de cima devido ao ângulo se tornou visível. — Daqui para frente, você assume a liderança — murmurei baixinho para não fazer barulho e coloquei o prisioneiro na frente. Então, segurando a corda, segui pelo corredor.

Cerca de um minuto depois, vi corpos empilhados como sacos de roupas.

“Merda…”

As dezenas de cadáveres estavam na forma de múmias, como Hanita1, que haviam sido drenados de vida. Não é à toa que o cheiro de podridão era especialmente forte aqui.

— U-Uh… o que é isso…? — Considerando a expressão perplexa no rosto do meu guia, parecia que este local foi redecorado.

— Fique quieto e continue andando. — Como ele tinha parado, dei-lhe um empurrão nas costas e continuei caminhando para frente. No entanto, mantive todos os meus sentidos em alerta máximo para poder responder imediatamente a qualquer coisa que viesse em nosso caminho. Foi por isso que fui capaz de reagir a tempo.

Clink.

Houve um clique mecânico logo antes que uma luz fraca começou a vazar através da pilha de cadáveres, e uma voz imponente ecoou pelo túnel.

— Saveum, Bania. Hartia.

Eu não precisava ouvir mais nada. Isso era um dos tipos de habilidades de armadilha dos sacerdotes de Karui. Por causa de seu efeito sonoro único, geralmente era chamado de ‘Sabaha’ para abreviar.


【Você entrou no raio de Chamado do Deus Malévolo.】


Merda, ela sabe que estamos aqui?

— Recuem! — Enquanto eu avisava meus companheiros de equipe, eu puxava a corda com a mão e trazia o homem para perto de mim. A razão era simples. Sabaha não era uma habilidade que podia ser bloqueada com resistência física ou um escudo de lithinum.

— Hein, o quê? — O homem que eu estava segurando na mão em vez de um escudo fez um som estúpido.

Naquele exato momento, centenas de fantasmas parecidos com banshees saíram do outro lado do túnel.

— Agh! Aaaah! — Vendo isso, o prisioneiro gritou e começou a se debater, mas eu não afrouxei meu aperto e me escondi o máximo possível atrás do homem. Fiquei feliz por esse cara ser alto. Caso contrário, não teria sido possível escapar com a quantidade de dano que escapei.


【Você absorveu 102 fantasmas.】

【A Resistência às Trevas está acima do limite especificado.】

【Os efeitos são reduzidos em 30%.】

【A Resistência às Trevas temporariamente diminuiu seu máximo de HP em 29%.】


A vida se esvaiu do meu corpo como se houvesse um buraco em algum lugar de onde estava vazando. Minha pele ficou seca como a de uma pessoa que não tinha bebido água por vários dias.

Missha foi a primeira a notar as mudanças em mim. — B-Bjorrrn, você está o-okey? — Ela correu imediatamente em minha direção para me examinar. Eu a impedi de tentar me fazer beber uma poção imediatamente e me endireitei do meu agachamento. Meus músculos doíam por me manter tão tenso.

“Caramba, quase morri ali.”

Chamado do Deus Malévolo era uma habilidade do tipo armadilha que fazia centenas de almas correrem em uma direção designada quando ativada. Sua característica chave era que a quantidade máxima de Pontos de Vida da pessoa afetada diminuía pelo número de vezes que sua alma era atingida. Naturalmente, se seu máximo chegasse a zero, você morria instantaneamente, assim como o cara pendurado em meu aperto aqui.

— Vocês estão bem? — perguntei.

— Estamos bem graças a você bloquear o ataque pela frente. De qualquer forma, aquele homem… ele está morto?

Eu não precisei responder. Seria incrivelmente impressionante se ele de alguma forma tivesse sobrevivido com nada além de ossos e pele restantes.

Assim que coloquei o homem que segurava firmemente em minha mão no chão, ouvi Hikurod murmurar fracamente: — …Isso pode não ser a melhor coisa a dizer agora, mas foi uma boa ideia colocar aquele cara na frente.

Concordo, e não me envergonhava desse fato. Éramos aventureiros impiedosos.

— O que vamos fazer? Se houver outro desses ataques, continuar será muito perigoso.

Depois de um momento de consideração, tomei uma decisão. — Vamos continuar.

Havia vários requisitos materiais para acionar o Chamado do Deus Malévolo, principalmente a força vital humana. Havia muitos cadáveres ao redor, mas ainda não eram centenas, então isso devia ter sido uma ativação única.

“Além disso, se não cuidarmos dela agora, só causará problemas depois.”

Eu não tinha nada para respaldar isso além de um pressentimento.

Justo quando estava prestes a me mover, o anão me entregou algo. — Não é nada importante, mas quando vasculhei os pertences dele, encontrei isso. — Era o cartão de identidade do homem que havia sido transformado em múmia. Não sabia por que o fugitivo estava carregando documentos, mas… — Você pode entregá-lo no escritório administrativo quando for buscar o pagamento adicional depois… Espera, por que seu rosto está assim?

Depois de verificar o documento, fiquei atordoado. Hans Marcom. Ele também era um Hans? Droga. Agora eu estava ficando preocupado.


Após caminhar cerca de vinte passos, cheguei ao esconderijo que Hans E havia mencionado. Estava melhor mobiliado do que eu esperava. Havia uma cama improvisada, uma mesa com pão e café restantes sobre ela, e até mesmo um castiçal pendurado na parede. Exceto…

— Hahaha, ninguém está aqui.

— Hmm, acho que ela pode ter partido completamente deste lugar ou estar ausente por enquanto.

Nenhuma outra presença podia ser sentida lá dentro. Também não era como se houvesse algum lugar para se esconder.

— Fique vigilante. Ela pode estar se escondendo. — Olhei ao redor e vasculhei a área minuciosamente, verificando debaixo da cama, debaixo da mesa e até mesmo a parede em busca de qualquer esconderijo. Fiz uma investigação detalhada por cerca de cinco minutos, mas não fiz ganhos significativos – pelo menos até Dwalkie usar sua magia.


【Riol Warb Dwalkie lançou o feitiço suplementar de oitavo nível: Detecção de Mana.】


Detecção de Mana: um feitiço do tipo investigação que tornava aparente qualquer coisa que contivesse mana adicional. — Achou algo? — perguntei.

— É difícil dizer.

— Por que?

— Há algo levemente mágico no chão aqui… mas é muito fraco. Ao ponto de que eu possa até estar enganado.

Eu chequei o pedaço de chão para o qual Dwalkie estava apontando. Como eu não era um mago, não vi nada estranho. Nem mesmo um leve defeito ou algo assim. — Há alguma maneira de usar um feitiço aqui para aprender mais?

— Não. Só posso supor que essa magia esteja escondendo algo por baixo dela.

— Entendo.

Ao receber uma resposta para minha única pergunta, imediatamente ergui minha maça. Vendo isso, Hikurod perguntou. — O que você está fazendo?

— Descendo o cacete.

— …Descendo o cacete?

Não respondi dessa vez. Bem, se nossos meios mágicos estavam esgotados, era hora de usar meios físicos, como um bárbaro.

Bam!

No momento em que minha maça (que era o dobro do preço e do tamanho da anterior) atingiu o chão, a terra tremeu.

No entanto, isso foi tudo.

— Bjorn, dispositivos mágicos não podem ser abertos dessa forma — repreendeu Dwalkie, que me observava, mas continuei silenciosamente a bater.

Bang! Bang! Bang!

Talvez por ser feita de aço, a maça estava completamente intacta após ser batida no chão. O chão estava um pouco amassado, é claro, mas não houve grandes mudanças lá também.

— Isso já é o suficiente, — disse Hikurod. — Dwalkie já te disse. Esse método…

Removi meu peitoral, sapatos e capacete, e até mesmo coloquei a mochila que eu estava carregando no chão. Todos olharam para mim como se dissessem: — O que ele está fazendo de repente?


【Você lançou Gigantificação. Seu Nível de Ameaça e Atributos Físicos aumentam proporcionalmente ao seu aumento de tamanho.】


À medida que meu corpo dobrava de tamanho, minha força aumentava em conformidade. O anão continuava a dar conselhos inúteis. — Mesmo que você faça isso, sem magia, é…

Impossível? Como um especialista neste jogo e um bárbaro atualmente ativo, ainda achava difícil aceitar isso. Se eu não pudesse quebrar algo com força, era simplesmente porque eu não tinha o poder para fazê-lo.

Banggg!

Oh, exceto para fantasmas, é claro.

— Uau, então é possível — Missha se espantou.

— Dwalkie, o que aconteceu? Você não disse claramente que não é possível?

— Uh, isso é… Eu também não tenho certeza. Como ele fez isso…?

Ignorando os comentários de todos, eu chequei o chão. Agora que eu o tinha batido algumas vezes, a luz estava vazando pelas rachaduras na superfície. Na terceira batida, fiquei surpreso ao encontrar uma escada embaixo do buraco destruído. — Escadas escondidas, nestes esgotos?

A escadaria era tão longa que mesmo se você segurasse a tocha dentro dela, não seria capaz de ver o fim. Parecia um caminho para o submundo.

— Nós não vamos descer lá, certo…? — Missha me olhou com relutância. Para ser honesto, eu também não gostei. Este bunker2 estava sendo usado como esconderijo, então imaginei que esta cavidade seria grande o suficiente apenas para esconder um corpo.

“Mas o que é isso?”

Apesar de sentir que tinha me metido em algo problemático, também fiquei um pouco curioso. Isso porque os esgotos em si eram uma zona proibida no jogo. Claro, eu não tinha intenção de arriscar minha vida por curiosidade.

— Bjorn, consigo sentir vagamente o cheiro da mulher vindo lá de baixo — anunciou Brown.

— O quê?

— Está claro que ela passou por este lugar. E não faz muito tempo.

Merda, o que devo fazer? Devo apenas voltar daqui e deixar as autoridades resolverem por conta própria? Minhas preocupações se intensificaram. Portanto, pedi também a opinião de Brown. — Rotmiller, o que você acha? Seria melhor recuar daqui?

— …Apenas uma rápida olhada ao redor deve ser ok. Não consigo captar o cheiro de ninguém além daquela mulher lá embaixo. — Essa foi uma resposta um pouco surpreendente. Será que estava um pouco óbvio demais? Brown riu e acrescentou: — Por alguma razão, tenho a sensação de que não será muito perigoso.

Bem, o atributo de Sexto Sentido estava o apoiando. Então, mesmo sem evidências claras, eu dei ouvidos às suas palavras.

“Quero dizer, a taxa de acerto é maior do que eu pensava.”

Na verdade, Brown sentiu muito precisamente quando Hans E estava escondido. Ele também não estava relutante em vir para este esconderijo? Se ele tivesse sentido o perigo da armadilha antecipadamente, fazia sentido que ele fosse o único a se opor à nossa decisão de vir apesar de uma votação majoritária.

“Sexto Sentido, huh? Esse pode ser um atributo melhor do que eu pensava.”

Logo tomei uma decisão. — Rotmiller, você assume a liderança a partir de agora. Se sentir que algo está errado, voltaremos imediatamente. — Os sentidos de Brown eram bastante confiáveis.


— Vice-capitão, a porta foi destruída.

O homem franziu o cenho ao relato de seu subordinado. Milhares de anos atrás, antes de Rafdonia, um abrigo subterrâneo havia sido criado. Ele tinha sido o castelo de um simples lorde e foi construído até o que é hoje … a cidade de Noark. A maioria das entradas para este lugar era guardada por membros que estavam de vigia o tempo todo.

— A porta foi destruída? Poderia ser um ataque da família real?

— A probabilidade disso foi determinada como baixa.

— …Me dê detalhes.

A pedido do vice-capitão, o subordinado explicou apressadamente. — Após inspeção, era um portão que havia sido esquecido após o incidente de Karui. Eu revisei o último relatório de reconhecimento, que indicava que estava sendo usado como esconderijo para um único errante.3

— Hmm. — O homem coçou o queixo. Era um hábito antigo dele que surgia sempre que estava preocupado. — Não há razão para a família real nos incomodar agora, mas… Ainda assim, obviamente é um intruso, então precisaremos verificar isso.

— Sim, senhor. Qual unidade você gostaria de contatar?

— Há alguma razão para enviar tropas? — o vice-capitão perguntou para a mulher ao lado dele. Ela estava conversando com ele até seu subordinado entrar para lhe dar esse relatório, falando sobre um bárbaro que ela deixou ir há algum tempo e que aparentemente se tornou um famoso aventureiro na cidade. Infelizmente, a conversa interessante tinha sido interrompida no meio. — Amelia, se você for, poderá lidar silenciosamente com quem quer que seja, você mesma. Você irá verificar para nós?

O resto da história poderia ser concluído depois.

  1. Cap.55; abreviação de Hans e Irita []
  2. abrigo subterrâneo []
  3. ‘vagrant’; que não tem residência fixa, que vive como nômade; vagabundo []
Olá, eu sou o MrRody!

Olá, eu sou o MrRody!

Ohoho! Eu estava ansioso pra chegar nesse ponto da Novel.
Caçando Elisa, descobrindo uma nova cidade e um re-encontro com Amelia!
Não tem como ficar melhor, tem?

Clique aqui para entrar em nosso Discord ➥